A FIFA usará IA no Mundial de 2022.

O sistema de IA consiste num sensor na bola que transmite a sua posição no campo 500 vezes por segundo e 12 câmeras de rastreamento montadas sob o teto dos estádios, que usam modelos de Machine Learning para rastrear 29 pontos no corpo dos jogadores.

O software combinará esses dados para gerar alertas automatizados quando os jogadores cometerem infrações de fora de jogo. Alertas serão enviados aos oficiais numa sala de controlo próxima, que validarão a decisão e informarão o árbitro em campo sobre a decisão a tomar.

A FIFA afirma que esse processo acontecerá “dentro de alguns segundos e significa que as decisões de fora de jogo podem ser tomadas com maior rapidez e precisão”. Os dados gerados pelas câmeras e pela bola também serão usados para criar animações automatizadas, que podem ser reproduzidas nas telas do estádio e em transmissões de TV “para informar todos os espectadores da maneira mais clara possível” do motivo da decisão.

O campeonato do Mundo de 2022 acontecerá no Qatar, tornando-se o primeiro campeonato do Mundo a ser realizado em um país árabe. Para compensar o calor do Qatar, o torneio será realizado de novembro a dezembro, em vez de no verão, como é tradição.