Como a IA pode tornar os nossos alimentos mais seguros.

O custo médio de um recall de alimentos devido à contaminação bacteriana ou microbiana é de US$ 10 milhões. A IA pode ajudar a otimizar os sistemas atuais usados na indústria de processamento de alimentos.

O poder da IA ​e do Machine Learning é a capacidade preditiva e pode ajudar a indústria alimentar a tomar medidas mais cedo para reduzir a ocorrência de doenças transmitidas por alimentos nas suas operações.

A ideia é fazer com que as máquinas pensem como o cérebro humano, para que os erros e ineficiências atuais da intervenção humana – que às vezes podem comprometer a segurança alimentar – possam ser previstos pela IA e, finalmente, diminuídos ou eliminados.

Outra aplicação promissora é usar a IA para analisar os dados comportamentais de trabalhadores humanos na linha de processamento. Na prática, isso pode significar que os trabalhadores preencham uma rápida pesquisa semanal online sobre a cultura do local de trabalho. O processamento de linguagem natural seria então usado para analisar as suas respostas e criar uma medida quantitativa da cultura de segurança alimentar. A empresa poderia prever a probabilidade de problemas de segurança alimentar observando as tendências na cultura de segurança alimentar e combinando-as com outros dados relacionados à segurança alimentar e tomando medidas oportunas para reduzir a chance de um surto.